Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Tag: windows

Não é pessoal

Jun 12 06

Escrito por Luis Nabais @ 06/06/12 2:06 | 1 Comentário »

Don't Take It Personaly, Babe, It Just Ain't Your Story - Main Menu

Main Menu

Não é todos os dias que um jogo consegue a proeza de subtilmente me levar a acreditar em algo que pode não ser necessariamente verdade ou de me fazer olhar para trás e pensar que as acções que tomei fazem de mim um monstro. Mas é certamente ainda mais invulgar quando um “jogo” me faz ter estes sentimentos apesar de ser basicamente um livro interactivo sem grandes possibilidades de eu, jogador, influenciar as acções de alguém que não sou eu: o personagem principal.

Don’t Take It Personaly, Babe, It Just Ain’t Your Story é outra das historias interactivas da mente brilhante de Christine Love, a pessoa por trás de Digital: A Love Story e mais recentemente Analogue: A Hate Story.

AVISO: Antes de mais nada vou já deixar claro que, ao contrario do que é habitual, não consegui mesmo arranjar forma de escrever esta entrada sem desvendar partes importantes da historia do “jogo” e, considerando que a historia em si é o jogo, torna-se extremamente importante deixar este facto bem claro.

Continuar a ler esta entrada >>

O meu top de jogos 2011

Dez 11 27

Escrito por Luis Nabais @ 27/12/11 22:12 | 2 Comentários »

Agora que estamos na ultima semana do ano e que as promoções natalícias estão aí a dar-nos cabo da carteira achei que seria uma boa altura para olhar para trás e escolher aqueles que foram os jogos que mais gosto me deram jogar e que saíram este ano.

Infelizmente não me foi possível jogar tudo o que queria este ano e de foram tiveram de ficar candidatos inquestionáveis como Deus Ex, Uncharted 3 ou Skyrim mas o tempo e o dinheiro são finitos infelizmente e há que fazer a festa com o que se tem.

Tirando esse pequeno problema vamos lá ver a lista que mesmo assim não deixa de ser relativamente catita (na minha modesta opinião).

Continuar a ler esta entrada >>

Humble Frozenbyte Bundle

Abr 11 12

Escrito por Luis Nabais @ 12/04/11 17:04 | 1 Comentário »

The Humble Frozenbyte Bundle

The Humble Frozenbyte Bundle

Depois do estrondoso sucesso das duas primeiras edições o Humble Indie Bundle está de volta… ou melhor dizendo o Humble Frozenbyte Bundle pois desta vez é totalmente composto por jogos do estúdio Finlandês Frozenbyte (como Trine ou Shadowgrounds).

Para quem não conhece o Humble Indie Bundle fica um resumo: equipas por trás de jogos independentes chegam-se à frente e oferecem os seus jogos num pacote cujo preço é definido por quem compra. Se acham que os jogos valem 10€ pagam 10€, se acham que valem 100€ pagam 100€, etc. A cereja no topo do bolo é que todos os jogos são totalmente livres de DRM, estão habitualmente disponíveis para Windows, Mac OS-X e Linux e em alguns casos até viram o seu código publicado como open-source.

Como se tudo isto não fosse suficiente têm oferecido também chaves para activar os jogos em serviços como o Steam ou o Desura e os lucros são divididos pelos compradores do pacote entre os organizadores do mesmo, os autores dos jogos e duas caridades à escolha (a Electronic Frontier Foundation e a Child’s Play).

Mais uma vez a pergunta que se coloca é: eu já dei o meu contributo e tu?

LINK: The Humble Frozenbyte Bundle

Não sejas forreta, faz uma oferta

Dez 10 14

Escrito por Luis Nabais @ 14/12/10 21:12 | Sem Comentários »

The Humble Indie Bundle 2

The Humble Indie Bundle 2

É época natalícia, uma época em que algumas religiões apregoam o acto de oferecer e em particular o sempre nobre acto de oferecer aos mais carenciados. Mas também sei que muitos dos que me lêem gostam de jogar, outros tantos gostam de Linux ou de Mac e outros nem de uma coisa nem de outra mas espero conseguir convencer também estes últimos para contribuírem para esta boa causa.

Falo da segunda edição do Humble Indie Bundle que oferece 5 jogos e mais alguns extras por um preço à escolha do cliente e com o dinheiro pago a ser dividido entre os criadores dos jogos, os criadores do bundle e 2 organizações sem fins lucrativos: a Child’s Play, uma organização sem fins lucrativos que procura levar brinquedos e jogos a crianças hospitalizadas, e a Electronic Frontier Foundation que se dedica a lutar pela protecção da liberdade de expressão e questões de direitos digitais.

Como se não bastasse poderem doar dinheiro a estas instituições de caridade recebem ainda como prémio 5 jogos de alguns dos mais talentosos estúdios independentes que para além de estarem totalmente livres de qualquer forma de DRM possuem também suporte para os 3 principais Sistemas Operativos: Windows, Mac e também Linux!

E os jogos não são propriamente de se deitar fora com nomes como Braid e Machinarium fazerem parte do pacote. E melhor que tudo: a maioria destes jogos nem precisa de grandes maquinas para correr e até correm razoavelmente bem no meu pobre portátil e a sua Intel integrada (gma950).

Eu já dei a minha contribuição e vocês? Estão à espera do que? Vão lá ao site do bundle e abram a vossa carteira por uma boa causa (nem que essa causa seja comprar jogos bastante bons pelo preço que acham aceitável).

Link: The Humble Indie Bundle 2

Lei de Murphy

Mai 10 12

Escrito por Luis Nabais @ 12/05/10 1:05 | 5 Comentários »

A única justificação para a ultima hora surreal que me aconteceu só pode mesmo ser a infame Lei de Murphy, é que não há outra alternativa…

Mas deixem-me então contar-vos o que me sucedeu.

Estava eu muito bem no meu pc quando decidi tentar fazer o download da ultima versão do ubuntu para experimentar. Ao fazê-lo notei que a internet estava lentíssima (ou seja estava com 3mbps reais dos 30 contratados).

Numa fase inicial ainda pensei que fosse problema do meu ISP (e em parte é, mesmo agora só estou com 20 dos 30 contratados) porém comecei a investigar e, por via das duvidas, decidi reiniciar o router. Mal sabia eu no que me estava a meter.

Acedi á configuração do DD-WRT e cliquei na opção de reboot. Esperei, esperei, esperei e nunca mais voltava a ter acesso… Fui a olhar para o router e estava a luz do wireless a piscar… toca de fazer um reset no botão e quando volta acima estão todas as luzes ligadas. Tentei tudo o que sabia para o tentar recuperar e nada portanto decidi recorrer ao meu telemóvel para aceder à net via 3G para procurar uma solução.

Ao fazê-lo sou brindado com uma bela mensagem da Optimus a dizer que não tenho a internet activa… O telemóvel tinha de ser carregado até ao fim do dia de ontem e eu não tive tempo de o fazer porém isto nem é o mais estranho. O mais estranho é mesmo que eu podia jurar que o tinha carregado com 20€ ainda há menos de um mês (o que deveria chegar para 2 meses mas já lá vamos).

Ora toca então de ir procurar o router velho que estava perdido no armário para ter internet. Monta-se o router velho e acedo finalmente à internet. Uma breve pesquisa pelo google depois e o resultado é muito simples: o meu router é agora um tijolo! Tinha acabado de o ver dar o berro à minha frente e as únicas soluções são soldar um adaptador JTAG à motherboard ou manda-lo de volta à marca.

Resolvi então ir procurar a factura do router para ver se ainda está na garantia ou não mas não a encontrei (cheira-me que está no meio da papelada do IRS mas isso não consigo ir ver agora a esta hora).

“Tudo bem, então deixa-me cá ir ver a historia da Optimus” pensei eu para comigo mesmo. Acedo ao site da caixa geral de depósitos, ao seu belo serviço de home-banking que tanto adoro e sou brindado com uma bela mensagem de “Serviço Temporariamente Indisponível” sempre que tento ver os movimentos da conta. Lindo!

“Bem mas o site da Optimus também deve ter um histórico disso considerando as listas telefónicas que toda a gente se queixa de receber não?” pensei eu na minha ingenuidade e dirigi-me então para fazer login nesse site apenas para ser brindado novamente com uma bela mensagem de “Serviço Temporariamente Indisponível”… Original…

E já agora será que devo mencionar o facto de a porcaria do Windows 7 onde eu estou infelizmente a escrever este post ter decidido bloquear à grande (e forçar-me a reiniciar) enquanto eu escrevia este post?

Se eu podia ter uma noite sem problemas? Poder podia mas não era a mesma coisa…

EDIT: esta também é gira… já consegui aceder ao site da cgd mas diz-me que o pagamento de serviços está indisponivel até ás 1h30m… são neste momento 1h39m…

Jogos, Jogos e mais Jogos

Fev 10 27

Escrito por Luis Nabais @ 27/02/10 3:02 | 3 Comentários »

Batman: Arkham Asylum

Batman: Arkham Asylum

Eu vinha aqui aproveitar para deixar a mensagem que um grande jogão está com uma promoção brutal e acabei por descobrir que neste fim de semana as promoções são mais que muitas e curiosamente nenhuma delas é no Steam! Como tal vou deixar aqui as minhas dicas:

Batman: Arkham Asylum

Este que foi o Jogo do Ano de 2009 em várias publicações estava na minha lista de jogos a adquirir desde a data de lançamento e agora não pude resistir mais quando vi que pode ser obtido por 12,50€ no Games For Windows Live. Claro que se não gostarem do serviço podem sempre ir ali ao lado à Gamersgate busca-lo por 19,95€ por isso não há grandes razões para deixarem perder esta oportunidade.
 

Torchlight

Torchlight

Torchlight

Lembram-se de eu ter falado aqui do Torchlight? Pois bem esse também está com um preço muito semelhante este fim de semana no Direct2Drive por 12,95€. Não é um negócio tão bom como o Batman:AA visto que eu comprei o meu por pouco mais de 3€ numa promoção do Steam mas não deixa de ser um preço razoável.
 
 

World of Goo, Machinarium, Hearts of Iron 2, etc…

Mas há mais negócios giros por ai.

World of Goo

World of Goo

Com tudo isto o único problema é mesmo a falta de dinheiro. É que a brincar a brincar ainda se somam aqui uns bons euros em jogatanas mas com preços destes só não compra bons jogos quem não quer (ou não tem ligação à net).

3 bombas de Barcelona

Fev 10 15

Escrito por Luis Nabais @ 15/02/10 16:02 | 3 Comentários »

Para quem não sabe decorre em Barcelona o MWC, um evento dedicado à industria das telecomunicações moveis, e só hoje num curto espaço de horas foram largadas aquilo que eu posso considerar como 3 grandes bombas que prometem mexer com o mercado nos próximos anos.

Symbian^3A primeira das 3 novidades que me interessaram foi a primeira demonstração daquilo que é o futuro da plataforma Symbian, uma plataforma que muitos consideram como morta mas que eu pessoalmente creio que vai ser cada vez mais importante no futuro como cenoura que servirá para mover o grande publico dos actuais feature phones para os smartphones.

Já há muito que se sabe que, fruto da aquisição da Trolltech por parte da Nokia, o Symbian iria transitar do seu actual toolkit de interfaces para o QT permitindo aos developers produzir código que corre em vários dispositivos sem grande esforço. Em cima disto o chamado Symbian^3 trás também funcionalidades há muito reclamadas como aceleração do interface no hardware, um novo interface totalmente redesenhado, suporte HDMI e muitas outras pequenas funcionalidades.

Link: Symbian announces Symbian^3 and immediately gives it away

MeeGo LogoMas vamos então à segunda grande novidade do dia: a Intel e a Nokia anunciaram uma nova parceria sob a forma da fusão dos projectos Maemo e Moblin resultando no projecto MeeGo sob a alçada da Linux Foundation.

O futuro destes produtos passa então pelo já acima mencionado QT para promover interoperabilidade e por um abandono do sistema de repositórios do debian em prol de um sistema RPM ficando o tecnologias como o Clutter pelo caminho para muita tristeza minha. Claro que se isto significar que posso arranjar algo equivalente a um N900 mais barato no futuro ficarei satisfeito.

Link: Welcome to MeeGo

Windows Phone 7 SeriesPor fim temos a grande bomba do dia: o anuncio por parte da Microsoft do seu novo sistema operativo para telemóveis. E quando digo novo quero mesmo dizer novo, não se trata meramente de um update ao código do Windows Mobile mas sim uma nova plataforma de nome Windows Phone 7 Series.

Com um interface totalmente redesenhado e uma base de código totalmente nova com integração com Zune e XBox Live a Microsoft parece ter aqui um sério candidato na corrida ao trono dos smartphones mas continuo curioso por ver como se vai desenrolar o processo visto que toda a compatibilidade com aplicações Windows Mobile foi aparentemente perdida, o suporte a flash não estará disponível aquando da saída do sistema e a sempre grande incógnita sobre se alguém fora dos EUA conseguirá efectivamente usar o Zune.

De resto o que posso dizer é que pelas imagens e pelos vídeos estou totalmente apaixonado por este interface: limpo, com uma tipografia genial, aparentemente muito acessível e sem um único toque de “Gloss” ou “Drop Shadows” tão em voga desde a saída do iPhone. Se alguma coisa melhorou para os lados de Redmond ultimamente foi sem sombra de duvidas as equipas de design, nunca pensaria há uns anos atrás ficar babado por um interface desenhado pela gigante da informática mas desde que saiu o primeiro Media Centre que a minha opinião tem vindo a mudar. Tiro o chapéu à empresa liderada por Steve Balmer pois em conjugação com o bom trabalho feito com o Windows 7 e o Office 2007 vejo um futuro promissor para os produtos da Microsoft. Agora vamos é lá tratar de reformar esse Trident em prol de um browser de jeito pode ser?

Link: Windows Phone 7 Series

pub: