Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Tag: ipad

Desenvolvimento web moderno

Jan 12 05

Escrito por Luis Nabais @ 05/01/12 22:01 | 1 Comentário »

Hoje em conversa com um colega meu comecei a descrever a abordagem que tenho tomado quando procuro desenvolver um website em HTML, CSS e Javascript e pensei que se calhar era uma boa ideia partilhar aqui a forma como o faço.

O objectivo é simples: criar pequenos sites que funcionam desde um telemóvel até um Desktop com ou sem Javascript activo e tentando suportar tanto quanto possível browsers ligeiramente mais antigos como o IE8 ou o Firefox 3.6.

No entanto sou o primeiro a admitir que esta abordagem não serve para todos os casos mas na minha modesta opinião é um bom objectivo para quem tem sites mais pequenos e quer dar aquela pequena dedicação extra que permite cobrir sem grande trabalho extra uma grande fatia dos potenciais visitantes.

Se tiverem dicas ou sugestões não se esqueçam de as deixar nos comentários mas antes disso vamos à minha abordagem ao problema.

Continuar a ler esta entrada >>

Metal Gear Solid: Digital Graphic Novel

Ago 10 22

Escrito por Luis Nabais @ 22/08/10 14:08 | 3 Comentários »

Metal Gear Solid: Digital Graphic Novel

Metal Gear Solid: Digital Graphic Novel

Quem me conhece sabe que sou um grande fã desta saga dos videojogos e como tal não podia deixar de pegar neste Digital Graphic Novel quando adquiri a minha PSP há coisa de 1 ano atrás.

MGS: Digital Graphic Novel não é propriamente um jogo mas sim, como o nome indica, uma Graphic Novel interactiva onde em vez de folhearmos um livro carregamos num botão para passar ao quadrado seguinte. Isto tem as suas vantagens e desvantagens: se por um lado o ecrã da PSP é mais pequeno impedindo alguns tipos de painéis por outro lado permite que existam pequenas animações nos painéis e musica de fundo.

Um dos únicos grandes contras deste Digital Graphic Novel a meu ver é a total ausência de vozes. Sendo interactivo fazia todo o sentido pedir a David Hayter, Christopher Randolph, Paul Eiding e afins para voltarem aos seus papeis de Snake, Otacon e outros por forma a tornar a experiência ainda mais imersiva.

Outro ponto menos conseguido tem a ver com a espécie de mini-jogo que foi adicionado á novel. Ao longo das páginas do Comic podemos parar para explora-las e encontrar “memorias” que depois podem ser ligadas num outro modo para desbloquear “flashbacks” e mais informação sobre os personagens. Se o conceito é engraçado e a informação interessante para os fãs, os controlos do modo de “reconstrução de memorias” são profundamente lastimáveis com uma câmara constantemente a girar enquanto tentamos ligar as memorias usando as setas da psp.

Quanto à historia ela segue os eventos decorridos no primeiro jogo da saga acrescentando mais um ou outro detalhe mas nada demais, quem jogou o jogo já sabe a totalidade da historia e as novas adições são relativamente reduzidas. No que toca ao aspecto, os desenhos de Ashley Wood são no mínimo diferentes e dividirão certamente as opiniões de quem os vê apesar que eu pessoalmente gosto bastante e fiquei feliz em saber que o recente Peace Walker ia voltar a usar os seus desenhos para as cutscenes (algo que fez com mestria e desta vez com vozes).

Devo dizer no entanto que fiquei rendido a esta nova forma de ler comics de tal forma que começo a salivar pela data em que o serviço recém-lançado de Digital Comics para a PSP, que consiste numa loja online que permite ler comics no aparelho, chegue ao nosso canto da Europa. Infelizmente é pouco provável vir a ver isso acontecer dado a pouca presença que o meio tem no nosso país mas a esperança é a ultima a morrer.

Mais engraçado é que depois desta experiência compreendi finalmente um uso efectivo para o iPad da Apple: um ecrã grande, a cores e com touchscreen é provavelmente o suporte perfeito para este tipo de experiências.

2001: Odisseia no Espaço

Mar 10 19

Escrito por Luis Nabais @ 19/03/10 20:03 | 2 Comentários »

Bem o Arthur C. Clark e o Stanley Kubrick foram um pouco ambiciosos demais nas datas que deram ao clássico do cinema e da literatura de ficção cientifica 2001: Odisseia no Espaço mas numa coisa não falharam por muito:

2001 Space Odyssey vs iPad e Slate

Enganaram-se na marca no entanto.

E finalmente fica a pergunta: quando é que vou poder apanhar o shuttle para ir fazer umas comprinhas à lua? 😛

pub: