Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

O fim do IPv4 está aqui…

Fev 11 03

Escrito por Luis Nabais @ 03/02/11 22:02 | 1 Comentário »

… quem trouxe as pipocas?

Pois é: hoje de manhã os últimos 5 blocos de endereços IPv4 foram distribuídos pelo ICANN aos RIR que os vão por sua vez redistribuir pelos mais diversos pontos do planeta. Se decidíssemos montar hoje uma estação espacial num dos vários pontos de Lagrange do sistema terra-lua e atribuir-lhes IPs novos seria totalmente impossível pois já foram todos atribuídos ás respectivas autoridades continentais.

Mas antes que comecem todos a ir para a rua a gritar que “eles andem aí” e que o fim do mundo está a chegar, que o calendário dos maias o previu e que ponderem juntar-se a um qualquer culto maluco que vos promete salvar quando chegar o momento final acalmem-se pois isto não significa nem de longe o fim da internet como a conhecemos.

Primeiro que tudo os IPs atribuídos aos vários RIR ainda são suficientes para distribuir durante uma boa parte deste ano e em alguns casos até para uma parte do próximo (isto se o ritmo de atribuição não se alterar) e depois disso os IPs ainda vão estar nas mãos dos vários ISPs locais que se têm vindo a precaver ao longo dos últimos meses com pedidos de endereços que ainda não estão a ser totalmente utilizados. Resumindo: o problema está adiado para 2012.

Dito tudo isto uma pessoa imagina que os ISPs, Data Centers e afins estão todos a trabalhar freneticamente para fazer a transição para IPv6 rapidamente porém a realidade é bem diferente: está tudo com as mãos no bolso! Em Portugal quando se pergunta o estado do IPv6 nos ISPs a resposta é habitualmente alguém a rir-se da resposta óbvia. A prioridade da transição é baixa quer seja porque ainda há ips de reserva suficientes quer seja porque se pode sempre começar a colocar múltiplos utilizadores em sub-redes usando aquilo a que se chama Large Scale NAT. Este ultimo até tem a vantagem de bloquear virtualmente todas as portas e consequentemente tornar coisas como VOIP ou BitTorrent menos eficientes ou causar-lhes até problemas por falta de portas.

AH e já mencionei que o sistema operativo mais utilizado por todo o mundo (Windows XP) não suporta IPv6 sem fazer uns quantos kung-fus na linha de comandos? Pois, isto está mesmo mau…

Mas há alguma esperança ainda: no próximo dia 8 de Junho algumas das maiores empresas com presença na web como o Facebook ou a Google vão ligar os seus servidores em IPv6 para fazerem um teste simultâneo por forma a encontrar possíveis erros, problemas ou melhorias a fazer à infraestrutura. É uma pequena gota no oceano do que tem de ser feito para esta transição mas é uma gota importante que infelizmente fica manchada por um simples detalhe: no fim do dia os servidores voltam a ser desligados.

Portanto deixem-me rever um pouco o que disse no inicio deste texto: vão para as ruas, corram que nem doidos pois o fim do mundo (online) tal como o conhecemos está prestes a chegar e vamos ter de sofrer uns quantos anos de problemas com LS-NAT e afins antes de obtermos aquilo que muitos esperam ser uma web livre de port-fowarding e demais complicações que afligem hoje a experiencial dos internautas.

E já agora: quem é que alinhava em fazermos uma missa do 7º dia para o IPv4 daqui a uma semana? Sei lá em Picoas ou no Parque das Nações para marcar a posição…

pub:

1 Comentário