Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Anime Report – Outono 2010

Jan 11 07

Escrito por Luis Nabais @ 07/01/11 21:01 | 3 Comentários »

Shiki

Shiki

Shiki

Sotobamura é uma pequena aldeia com cerca de 1300 habitantes. É uma aldeia que nem sequer está ligada a uma unica auto-estrada. É uma aldeia isolada onde velhos costumes, como o enterro dos mortos, ainda são praticados.

Um certo dia os cadáveres de 3 pessoas são descobertos. Apesar de possuir várias duvidas Ozaki Toshio, o único médico da aldeia, trata estas mortes como ocorrências normais. No entanto, nos dias que se seguem, os aldeões morrem um atrás do outro.

Será mera coincidência, uma epidemia ou outra coisa totalmente diferente?

Eu tinha grandes expectativas para Shiki e a verdade é que não me desapontou. Este anime deixou-me semana após semana a esperar ansiosamente pelo próximo episódio e até ao fim a historia não deixou de me entreter. É engraçado pensar que uma historia que ainda nem a meio vai e já tudo parece incontornavelmente definido me conseguiu manter agarrado ao ecrã e ainda assim surpreender.

Shiki é uma historia de mistério e vampiros portanto bem na moda e mesmo com os seus designs completamente fora do comum consegue não cair no erro de ir atrás dos vampiros que brilham ao sol para se manter em caminhos mais classicos com vampiros a precisarem de convite para entrar nas casas das pessoas por exemplo.

A historia é muito boa e é por vezes assustador ver aquela pequena aldeia a morrer lentamente com a maioria dos seus habitantes a fingirem não ver a realidade. Durante a grande maioria do tempo somos presenteados com seres humanos confrontados com a inevitabilidade da derrota fruto do realismo da sociedade moderna, é uma historia absolutamente fascinante que só peca pelas imensas omissões de detalhes fruto da falta de tempo (mas que me garantem estarem na manga).

Shiki é para mim a série televisiva do ano no que toca a anime e não posso deixar de o recomendar.

  • Imagem: 9/10
  • Som: 9/10
  • História: 8/10
  • Personagens: 9/10
  • Nota Final: 9/10

 

The Disappearance of Haruhi Suzumiya

The Disappearance of Haruhi Suzumiya

The Disappearance of Haruhi Suzumiya

São meados de Dezembro e o chefe da Brigada SOS, Suzumiya Hauhi, anuncia que a brigada vai ter uma festa de natal na sua sala. Os membros da brigada Kyon, Nagato Yuki, Asahina Mikuru e Koizumi Itsuki começam então a preparar tudo para a festa como as decorações e mascaras mas uns dias depois Kyon chega á escola e descobre que a Haruhi tinha desaparecido. Não só isso mas Mikuru diz nunca o ter conhecido antes, o Koizumi está igualmente desaparecido e a Yuki voltou a ser o unico membro do clube de literatura. A brigada SOS parece nunca ter existido, nem Suzumiya Haruhi. Ninguém na escola parece ter ouvido falar dela… excepto Kyon.

Agora é a sua tarefa viajar pelo tempo para encontrar a Haruhi e corrigir a anomalia temporal.

E passamos da série televisiva do ano para o filme de animação japonesa do ano… …passado. Demorei praticamente 1 ano depois do inicio da exibição nos cinemas japoneses para conseguir ver este Suzumiya Haruhi no Shoushitsu (The Disappearance of Haruhi Suzumiya) mas valeu a pena pois é sem sombra de duvida um excelente trabalho dos estúdios da Kyoto Animation. Pelo caminho até li o livro em questão que entretanto viu a sua tradução para inglês publicada durante o verão e revi a série televisiva para ter tudo bem fresco na minha mente mas mesmo assim a espera foi uma tortura e foram poucas as ocasiões em que me soube tão bem sentar-me a ver um filme em glorioso full hd. (Já mencionei que sou um autentico viciado em HD?)

The Disappearance of Haruhi Suzumiya não é propriamente a melhor parte da saga de Haruhi na minha opinião (mas também não é a pior) e a minha principal preocupação quando me sentei para ver este filme foi como é que a KyoAni tinha feito para transformar um livro altamente introspectivo como o Disappearance num filme de 2h40min que não fosse aborrecido. A verdade é que ao fim da primeira hora de filme já me tinha esquecido totalmente desta preocupação pois a acção nunca se torna aborrecida e há sempre algo a acontecer. Junta-se esta fantástica gestão do tempo com a animação de altíssima qualidade e os fundos de tirar o fôlego (não tão bons quanto os de 5cm per second mas do mais próximo que já vi) e temos uma receita para quase 3 horas do melhor entretenimento.

A historia em si tem falhas e alguém que veja a saga com mais atenção não tem dificuldade nenhuma em encontrar os inúmeros possíveis buracos adicionados por esta ultima iteração mas a verdade é que a apresentação sublime desculpa muitos destes problemas e ao ser mais do que competente na sua missão de entreter a audiência não podíamos deixar de ignorar todos esses pequenos detalhes que no fundo ainda podem facilmente ser corrigidos com futuras iterações desta popular saga nipónica.

Suzumiya Haruhi no Soushitsu é sem sombra de duvidas o filme do ano de 2009 e só tenho pena de não o ter visto nos cinemas pois é essencial para qualquer adepto da série em particular e da animação nipónica em geral. Quiçá um dia ver este tipo de filmes no grande ecrã cá no velho continente seja uma realidade, até lá resta-nos esperar por edições em DVD e Blu-Ray como tive de fazer neste caso.

  • Imagem: 9/10
  • Som: 9/10
  • História: 9/10
  • Personagens: 9/10
  • Nota Final: 9/10
pub:

3 Comentários

    • Luis Nabais

      08 de Janeiro de 2011 ás 00:41

      a utilizar Mozilla Firefox 3.6.13 em Windows 7

      Eu já adquiri em Full HD e perdi uns minutos a ver, muito bom e só tem um problema: fiquei com saudades da série xD

  1. Arzebiu

    08 de Janeiro de 2011 ás 09:36

    a utilizar Google Chrome 8.0.552.224 em Windows XP

    Bem… belas reviews! Obrigado, facilitas muito o trabalho de andar à procura de animes para ver. .)