Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Gankutsuou – Conde de Monte Cristo

Set 10 06

Escrito por Luis Nabais @ 06/09/10 16:09 | 1 Comentário »

Gankutsuou - Logo

Gankutsuou

Albert sempre fora um rapaz de uma família nobre de Paris. Junto com o seu amigo Franz ele fez uma viagem até à lua para escapar à monotonia das suas vidas e ai conheceu um milionário que se auto-intitula como Conde de Monte Cristo. O Conde vive uma vida de esplendor num hotel de cinco estrelas onde o guardam homens fortes e o esperam mulheres belas. Albert fica fascinado por este conde e uma amizade entre ambos forma-se. Albert convida o Conde a visita-lo em Paris e é então que o passado deste ultimo reaparece para grande infortúnio de todos os envolvidos.

Gankutsuou – Conde de Monte Cristo é o re-imaginar da clássica obra literária de Alexandre Dumas em formato de anime pelas mãos do estúdio de animação Gonzo. A Paris do inicio do século XIX do livro é convertida numa Paris futurista do século LI onde o sistema de classes e o dia a dia são em tudo semelhantes aos existentes na sua congénere literária.

Gankutsuou marca não só pela sua historia como também pelo seu aspecto muito peculiar que conjuga gráficos tridimensionais gerados por computador com cores vivas e um uso curioso das mais variadas texturas nas mais diversas superfícies.

Antes de mais nada é preciso compreender que Gankutsuou não é uma adaptação directa das mais de 1300 paginas do original de Alexandre Dumas mas sim uma adaptação que pega nas linhas mestras do original e constrói o seu próprio enredo ignorando alguns detalhes por um lado e aumentado o ênfase em outros.

Em Gankutsuou seguimos a historia do Visconde Albert de Morcef desde o momento em que ele se encontra com o Conde de Monte Cristo na cidade lunar de Luna até ao final da brutal vingança que este ultimo planeou durante 25 anos contra aqueles que o condenaram a um aprisionamento injusto por um crime que não cometeu.

A historia entretém e deixa-nos em pulgas por saber o que se vai suceder a seguir apesar de alterar profundamente o desfecho do enredo e vários pontos pelo meio. Alterações essas que mudam significantemente a caracterização e importância de personagens como Franz d’Epinay ou do próprio Conde. Estas alterações no entanto não comprometem em nada a qualidade da obra apesar de não atingirem a genialidade do clássico da literatura porém não deixa de ser uma obra interessante e que representa o melhor que o estúdio produziu antes de ser confrontado com o actual estado de falência.

Gankutsuou possui uma historia de qualidade acima da média com um estilo muito particular e um uso de CGI excelente (apesar de algumas pequenas cenas de excesso) pelo que vale bem a pena uma visualização nem que seja apenas por este ultimo facto ou até pela fantástica banda sonora que contou com a colaboração do compositor e baixista dos Stranglers: Jean-Jacques Burnel.

Veredicto: sem sombra de duvida uma experiência a não perder.

Gankutsuou já terminou a sua transmissão televisiva e encontra-se editado em DVD no Japão e não só pelo que é possível obter este anime importando-o dos EUA. Gankutsuou @ TV Wall

pub:

1 Comentário