Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

2. Windows XP SP2 – Usado por 97%

Fev 06 05

Escrito por Luis Nabais @ 05/02/06 13:02 | 5 Comentários »

2.4 Multimedia
Vamos então tocar num dos pontos onde este Windows se safa quilometros acima dos seus concorrentes: o multimedia.

Podem discordar que o iTunes e os mac são muito bons (o que são) mas a verdade é que em Windows há variadissimas apliações multimedia desde o Windows Media Player e o iTunes até ao foobar2000 e Winamp. Todas elas com as suas vantagens e desvantagens mas o que acima de tudo torna o sistema bom para o multimedia é a forma como tudo o que o envolve está ligado a um sistema padrão que (para quebrar com a tradição) é o lider indiscutivel do seu ramo: O DirectX 9.0c! Quer seja o DirectSound para o audio, O DirectDraw para o video ou o Direct3D para os jogos a verdade é que estes sistemas são imbativeis! Funcionam, não são dificieis de configurar, são extensiveis (os primeiros pelo menos) e cumprem a sua função! Apenas o OpenGL consegue competir com o Direct3D mas pareçe não ganhar terreno apesar da versão actual do DirectX já ter bem mais de um ano.

Jogos para este sistema são aos milhares e é aqui que se encontram os big bucks da industria dos jogos. Se procuram usar o PC como maquina de jogos a unica solução é instalar Windows! Desde o grande blockbuster do natal passado até ao jogo feito em garagem do tempo da maria cachucha o windows suporta-os todos e é aqui que reside o seu forte no que toca ao mercado domestico. De que me serviria comprar o ultimo Quake se tivesse de passar horas a configura-lo no Wine ou Cedega? De que me serviria instalar o iTunes para Windows se tivesse de andar ás voltas para descobrir se funciona com Alsa ou com ESD? São estas pequenas coisas que mantem o windows nas maquinas domesticas pois apesar de todas as outras falhas o utilizador final tem a sensação de que o sistema é um só e não um conjunto de peças juntas e acima de tudo é facilmente expansivel com a adição de novo software rapida e facilmente (isto depois de uns 20 cliques em butões next).

pub:

5 Comentários

  1. Mario

    Já és a 4ª pessoa que vejo assim.
    Não percebo porquê tanto fascinio pelos Macs.

    Já em relação a multimedia farto-me de ouvir dizer que o Mac é melhor para trabalhos multimedia que os pcs no entanto em 3 empresas que visitei relacionadas com produção multimedia usam todas PCs e nunca tiveram problemas.

    Resta-me saber uma coisa, será que é tão facil trocar componentes de um mac como e de um pc? Afinal se quizer mais memoria, outra placa de som ou algo assim compro e instalo sem grandes problemas. Nos macs é igual? 😈

  2. Dextro

    Mario a questão é que os Macs são amplamente usados pelas grande empresas de multimedia internacionais e todos os designers que conheço adoram trabalhar em mac.

    São estaveis (porque têm sempre o mesmo hardware), têm uma interfaçe excelente, são duradouros… acima de tudo são bestas no que toca a trabalhar, aguentam com tudo! O processamento daquilo é inigualavel.

    3DS Max, Photoshop, etc… todas essas ferramentas estão optimizadas para mac e até suplantam as contrapartes do pc. Upgrades podes mudar discos e memorias habitualmente, placas audio é que já não é assim tão simples (não existem drivers creative) mas quem trabalha em audio profissional usa mesas de mistura, não pcs 😛

  3. Rui Moura

    Aqui na Universidade temos o atelier de design repleto de Imacs e só não percebe o fascínio de um Mac quem nunca lhe pos as mãos em cima.
    Nenhum designer que se preze tem um pc (estou a falar no estrangeiro). É uma moda ? Claro que não é uma moda. É um facto. Até trabalhar em photoshop parece mais simples num Mac que num pc.
    E por cá muitas redacções de revistas e jornais estão equipadas com Macs.
    Um Mac é uma Mac. Um objecto de design, uma obra de arte, um computador que funciona.
    Queres instalar um programa? Arrastas o programa para a pasta das aplicações e já está. Queres desinstalar ? Arrastas para a reciclagem e já está. Não deixa dezenas de vestígios no registo que mais cedo ou mais tarde vão começar a dar problemas.
    Raramente bloqueia. Raramente crasha. Podes passar anos sem ter que fazer uma instalação nova (tens que fazer por vezes por causa do update do próprio MacOS).
    Assim de repente, não me lembro de nenhuma desvantagem dos macs … Jogos ? Nahhh … Tenho Americas Army nativo para Mac e como é o único jogo que eu jogo não tenho problemas com isso.
    Quanto a software arranja-se da mesma maneira que o dos pc’s … No piratebay 😆

    Mas este artigo é sobre o windows … 😕 … Mas isso já todos o conhecemos, não é ?

    Ps: este meu fascínio pelos Macs desenvolveu-se nas poucas horas que consigo passar com eles na Universidade. Infelizmente, e vai-se lá saber porquê, são muito requisitados … E os 5 pc’s que há na sala (novos em folha) estão a apanhar pó quase todos os dias.

  4. Ivo Gomes

    Eu trabalho com um Mac há cerca de 1 ano e desde então deixei de ter dores de cabeça com o computador. Quando usava Windows havia sempre alguma coisa que deixava de funcionar inexplicavelmente, ou era necessário instalar montes de drivers para que algum hardware funcionasse…

    Além de ser muito mais robusto (dá para ter várias aplicações pesadas a correr em simultâneo sem se notar nenhuma diminuição da performance do computador), é também muito mais fiável (em 1 ano só me crashou 2 vezes). E o melhor de tudo, é que o interface é realmente intuitivo e simples de usar.

    A cereja no topo do bolo é o “estilo”. 8)

    No final do ano passado estive a trabalhar num cliente cujo departamento de produção gráfica era totalmente composto por Macs.