Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Chocante

Out 05 23

Escrito por Luis Nabais @ 23/10/05 11:10 | 10 Comentários »

Ok sei que isto não é nada de especial mas no entanto considero-o chocante.

Na Última quinta-feira estava eu na escola e como habitualmente tive o meu furo de hora e meia e decidi ir para a biblioteca estudar. Até aqui tudo normal mas mal entro, começa a notar-se a decadência da minha escola. Mal passo a porta a bibliotecária vira-se para mim e avisa-me que não há electricidade por isso não há luz. O quadro para variar fora desligado com medo de curto-circuitos fruto da chuva que facilmente se infiltra nos telhados da escola. Basta passar nos corredores do primeiro piso da escola para ver vários baldes espalhados para apanhar as pingas que caiem do tecto. Pior: entrei na escola há sensivelmente 3 anos e alguns meses e nos últimos 3 anos foram feitas obras para corrigir o problema… Obras que demoraram 3 anos e que não corrigiram o problema!

Sento-me então junto á janela com o livro de Química na mão e tento estudar um pouco com a ténue luz de uma manhã chuvosa de Outono. Mal levanto a cabeça para olhar em redor vejo num canto os Computadores velhos da biblioteca (Pentium 133Mhz oferecidos a todos as escolas há mais de 5 anos) desmontados e prontos a serem despachados, no lugar que estes habitualmente ocupavam podem ver-se computadores novos de caixa preta com riscas vermelhas capazes de humilhar a minha pobre caixa preta que tenho em casa… Mais: existe no piso inferior uma sala cheia de computadores “novos” (PIV 2.8, 2004) … E não, a sala de TIC é ao lado desta e tem computadores iguais logo há pelo menos 5 ou 6 computadores que não são usados!

No entanto apesar disto tudo continua a chover dentro dos corredores e sempre que chove desligam-se os computadores, as luzes, e tudo o mais que use electricidade porque o telhado não foi arranjado e pode literalmente queimar a escola e não só dinheiro. Isto, meus amigos, é Portugal!

PS: A minha escola é em Lisboa e encontra-se a menos de 1min a pé do Instituto Superior Técnico…

pub:

10 Comentários

  1. Rui Moura

    Pá porque carga de água haviam de arranjar a tua escola quando estamos a precisar urgentemente de um novo aeroporto e de uma linha de TGV para Madrid ?!?!?!?
    😐 …. 😉

  2. Pecola

    Olha, só te posso dizer: incrível o teu testemunho. Mais chocante com a última frase. Na escola onde trabalho actualmente (tal como na última, por curiosidade ou talvez não) as drives de diskettes não funcionam. Quase nenhum aluno (ou professor, já agora) tem pen, pelo que será de imaginar o desespero constante pelos corredores.. Como é que o país quer andar para a frente?

  3. Mario

    Lisboa é a unica cidade com um aeroporto praticamente dentro dela o que permite fazer um voo para cá, chegar as 12h ir tratar de negocios e as 17 ou 18h estar no voo de volta para casa. Não sei se outro aeroporto iria beneficiar nesse aspecto mas precisamos de um aeroporto maior sim.

    Quanto ao TGV irá permitir maior flexibilidade entre Portugal e Espanha o que pode significar melhores negocios e investimentos em ambos os paises, logo Portugal podiaria beneficiar disso e arranjar, quem sabe, dinheiro para arranjar os telhados das escolas 😛

    Portugal não tem dinheiro, as escolas precisam de obras… das duas uma, ou passamos a pagar propinas nas escolas secundarias e nao se queixam se forem altas pq aí justifica-se com a manutenção das infra-extruturas e do equipamento… ou então estamos todos fodidos 😀

    Eu voto mais na 2ª opção lol

  4. Dextro

    Ok vamos lá a corrigir umas falhas no teu texto:

    1 – o TGV é um BURACO! Nem em espanha ele é rentavel quanto mais em Portugal… Em Espanha existe porque o defice do orçamento é positivo (ganham dinheiro enquanto o nosso é negativo, perdemos dinheiro) e o estado tem capacidade para subsidiar os bilhetes… Se não me engano uma viagem lisboa-madrid só ida em TGV custaria 70€…

    2 – Já existem um montante pago por disciplina nas inscrições das secundarias no entanto é uma anedota visto serem 45centimos a disciplina… Podia ser aumentado sim mas com seguros e companhia limitada para coisa de 9 disciplinas dá cerca de 30€… Podia ser mais sim mas se querem melhor educação cobrar por ela não ajudaria… 😕

    3 – Eu acho caricato umas obras de suposto arranjo demorarem 3 anos e no fim não estar nada arranjado mas ainda haver dinheiro para computadores a torto e a direito na escola 😯

  5. Rui Moura

    De facto o TGV não serve para nada. Também é a minha opinião. Quanto ao estado do actual aeroporto, não sei, porque nunca lá fui nem sei o volume de tráfego que aquilo tem (consta-me que tirando os meses de verão aquilo está ás moscas).
    Quanto ás obras na tua escola, isso é o pão nosso de cada dia.
    Repara: a minha mãe, que já não é professora pq tá na reforma á menos de um mês, o ano passado pediu á camara cadeiras novas e um computador para a escola. Primeiro, a resposta foi que não havia dinheiro blablablablabla … Passado 15 dias, aparecem lá duas carrinhas cheias de móveis e 4 computadores novinhos em folha. 😯 😯 😯 😯 😯
    Ah pois, falta referir que uns dias depois o meu vizinho presidente da câmara mudou os móveis da cozinha todos, e a empresa que lhos mudou era a mesma da escola … coincidência ?
    Onde eu quero chegar com isto é que se as obras na tua escola duram á três anosé porque os encarregados delas não são amigos da câmara, senão em dois meses ficavam prontas. É a corrupção deste país. E essa de não haver dinheiro é alta treta. POrque quando é preciso, ele aparece de todos os lados …

  6. Mario

    O TVG seria bom sim, mas eu esqueci-me que o interior de Portugal não é minimamente explorado 😛
    Por exemplo no japão há quem more a 200 KM do trabalho e va para lá todas as manhãs e volta a tarde, logo seria bom se tivesse paragens no interior.

    Imagina tu por exemplo trabalhares em Toledo ou Salamanca, ganhares um salario espanhol 😛 saías de Lisboa as 7h da matina e lá para as 9h estavas lá, era uma maravilha. Claro que no futuro iria aparecer uma linha a ligar a europa por completo por isso o TGV seria uma questão de tempo.
    E olha diz-me tu, 70€ para viajares até Madrid, achas caro? Queres ir de carro, avião ou bicicleta?

    Outra coisa que acho incrivelmente parva, o preço que se pagam pelos livros escolares. Imaginar alguem que tenha 2 filhos gasta para aí 300€ em livros que servem para 1 ano e depois que faz com eles?
    De momento estou a estudar de noite, fui comprar um livro para 1 disciplina e custou-me 7,60 €

    Há ministros a receberem acima de 10 mil euros por mes, há grandes empresas e outras entidade que fogem de pagamento de impostos, há ministros que não têm visão empresarial e não sabem puxar investimento para um país com capacidade…
    Não há 1 unico país na europa com uma costa como a de Portugal, podiamos controlar todo o fluxo do atlantico que entra na Europa… mas nao temos governadores capazes…

  7. Paulo McChina

    bem eu não digo mais nada, já disseram tudo
    há esqueci-me de dizer, a minha filha mais velha tem um computador na escola para nnnnnnnnn de crianças, a miúda sente-se feliz, fds.

  8. Mario

    Mas não tinhas de pagar 140€ todos os dias… terias o passe 🙂 e mesmo que o passe fosse 200€ o salario minimo em espanha se não me engano ronda os 600€ mas nem um homem do lixo em portugal ganha o salario minimo qt menos alguem em espanha com um emprego que viajasse tanto… seria um custo menor.

    á noite tmb temos outra coisa, fotocopias de livros completos 😀 maravilha 😛

  9. Dextro

    ora se um passe da carris funciona no estilo 1€ (modulo) -> 25€ (passe), o do tgv seria possivelmente 60€ (viagem) -> nem quero fazer as contas€ (passe). Isto porque os passes sociais são compartecipados pelo estado mas os passes do TGV não o seriam (em Portugal porque em Espanha são mas como já disse em espanha o saldo no fim do ano é positivo).

    Como eu disse o TGV é um buraco! Já basta o alfa pendular que nunca dá a velocidade maxima (sensivelmente 275kmh ou 300kmh)…