Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Tag: mac

Não é pessoal

Jun 12 06

Escrito por Luis Nabais @ 06/06/12 2:06 | 1 Comentário »

Don't Take It Personaly, Babe, It Just Ain't Your Story - Main Menu

Main Menu

Não é todos os dias que um jogo consegue a proeza de subtilmente me levar a acreditar em algo que pode não ser necessariamente verdade ou de me fazer olhar para trás e pensar que as acções que tomei fazem de mim um monstro. Mas é certamente ainda mais invulgar quando um “jogo” me faz ter estes sentimentos apesar de ser basicamente um livro interactivo sem grandes possibilidades de eu, jogador, influenciar as acções de alguém que não sou eu: o personagem principal.

Don’t Take It Personaly, Babe, It Just Ain’t Your Story é outra das historias interactivas da mente brilhante de Christine Love, a pessoa por trás de Digital: A Love Story e mais recentemente Analogue: A Hate Story.

AVISO: Antes de mais nada vou já deixar claro que, ao contrario do que é habitual, não consegui mesmo arranjar forma de escrever esta entrada sem desvendar partes importantes da historia do “jogo” e, considerando que a historia em si é o jogo, torna-se extremamente importante deixar este facto bem claro.

Continuar a ler esta entrada >>

O meu top de jogos 2011

Dez 11 27

Escrito por Luis Nabais @ 27/12/11 22:12 | 2 Comentários »

Agora que estamos na ultima semana do ano e que as promoções natalícias estão aí a dar-nos cabo da carteira achei que seria uma boa altura para olhar para trás e escolher aqueles que foram os jogos que mais gosto me deram jogar e que saíram este ano.

Infelizmente não me foi possível jogar tudo o que queria este ano e de foram tiveram de ficar candidatos inquestionáveis como Deus Ex, Uncharted 3 ou Skyrim mas o tempo e o dinheiro são finitos infelizmente e há que fazer a festa com o que se tem.

Tirando esse pequeno problema vamos lá ver a lista que mesmo assim não deixa de ser relativamente catita (na minha modesta opinião).

Continuar a ler esta entrada >>

Humble Frozenbyte Bundle

Abr 11 12

Escrito por Luis Nabais @ 12/04/11 17:04 | 1 Comentário »

The Humble Frozenbyte Bundle

The Humble Frozenbyte Bundle

Depois do estrondoso sucesso das duas primeiras edições o Humble Indie Bundle está de volta… ou melhor dizendo o Humble Frozenbyte Bundle pois desta vez é totalmente composto por jogos do estúdio Finlandês Frozenbyte (como Trine ou Shadowgrounds).

Para quem não conhece o Humble Indie Bundle fica um resumo: equipas por trás de jogos independentes chegam-se à frente e oferecem os seus jogos num pacote cujo preço é definido por quem compra. Se acham que os jogos valem 10€ pagam 10€, se acham que valem 100€ pagam 100€, etc. A cereja no topo do bolo é que todos os jogos são totalmente livres de DRM, estão habitualmente disponíveis para Windows, Mac OS-X e Linux e em alguns casos até viram o seu código publicado como open-source.

Como se tudo isto não fosse suficiente têm oferecido também chaves para activar os jogos em serviços como o Steam ou o Desura e os lucros são divididos pelos compradores do pacote entre os organizadores do mesmo, os autores dos jogos e duas caridades à escolha (a Electronic Frontier Foundation e a Child’s Play).

Mais uma vez a pergunta que se coloca é: eu já dei o meu contributo e tu?

LINK: The Humble Frozenbyte Bundle

Não sejas forreta, faz uma oferta

Dez 10 14

Escrito por Luis Nabais @ 14/12/10 21:12 | Sem Comentários »

The Humble Indie Bundle 2

The Humble Indie Bundle 2

É época natalícia, uma época em que algumas religiões apregoam o acto de oferecer e em particular o sempre nobre acto de oferecer aos mais carenciados. Mas também sei que muitos dos que me lêem gostam de jogar, outros tantos gostam de Linux ou de Mac e outros nem de uma coisa nem de outra mas espero conseguir convencer também estes últimos para contribuírem para esta boa causa.

Falo da segunda edição do Humble Indie Bundle que oferece 5 jogos e mais alguns extras por um preço à escolha do cliente e com o dinheiro pago a ser dividido entre os criadores dos jogos, os criadores do bundle e 2 organizações sem fins lucrativos: a Child’s Play, uma organização sem fins lucrativos que procura levar brinquedos e jogos a crianças hospitalizadas, e a Electronic Frontier Foundation que se dedica a lutar pela protecção da liberdade de expressão e questões de direitos digitais.

Como se não bastasse poderem doar dinheiro a estas instituições de caridade recebem ainda como prémio 5 jogos de alguns dos mais talentosos estúdios independentes que para além de estarem totalmente livres de qualquer forma de DRM possuem também suporte para os 3 principais Sistemas Operativos: Windows, Mac e também Linux!

E os jogos não são propriamente de se deitar fora com nomes como Braid e Machinarium fazerem parte do pacote. E melhor que tudo: a maioria destes jogos nem precisa de grandes maquinas para correr e até correm razoavelmente bem no meu pobre portátil e a sua Intel integrada (gma950).

Eu já dei a minha contribuição e vocês? Estão à espera do que? Vão lá ao site do bundle e abram a vossa carteira por uma boa causa (nem que essa causa seja comprar jogos bastante bons pelo preço que acham aceitável).

Link: The Humble Indie Bundle 2

Digital: A Love Story

Mar 10 18

Escrito por Luis Nabais @ 18/03/10 0:03 | 4 Comentários »

Digital: A Love StoryJoga-se em menos de meia hora sem exagero e no entanto é uma experiência nostálgica profundamente bem concebida (na minha modesta opinião). Falo de Digital: A Love Story, um pequeno jogo para Windows, Mac e Linux disponibilizado sob uma licença Creative Commons e que conta a historia de uma pessoa (o jogador) que entra numa BBS e descobre uma rapariga com quem se começa a corresponder.

O jogo envolve conspirações, BBSs, modems a ligar e toda uma panóplia de referencias aos primeiros computadores pessoais da década de 80, particularmente aos brilhantes Amiga.

Recomendo vivamente que percam uns minutos da vossa vida para jogar este jogo nem que seja apenas pela nostalgia de ouvir o modem a ligar. 🙂

Link: Digital: A Love Story

Eu não sou um PC

Set 08 23

Escrito por Luis Nabais @ 23/09/08 18:09 | 2 Comentários »

…nem sou um mac. Sou sim uma pessoa e uso o sistema operativo que me der mais escolhas e funcionar melhor para o propósito que eu bem entender (leia-se Fedora no portátil, Dual-Boot Arch Linux e Windows XP no desktop para respectivamente trabalho e jogos).

PS: Sim, eu sei que já venho tarde para a festa mas tenho andado com a minha vida um bocado caótica com o regresso ás aulas.

pub: