Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

O meu top de jogos 2011

Dez 11 27

Escrito por Luis Nabais @ 27/12/11 22:12 | 2 Comentários »

Pokémon Black/White

Pokémon Black/White

  • Plataforma DS
  • Editora Game Freak
  • Estúdio Nintendo

Site Oficial

3º – Pokémon White/Black

Com a Nintendo DS a dar o seu ultimo suspiro durante este ano dado o lançamento da 3DS ainda houve tempo para lançar um ultimo jogo de Pokémon para o sistema e previsivelmente foi um dos jogos do ano.

Pokémon Black/White vinha com uma grande promessa: mais de 150 novos Pokémons e a indisponibilidade dos antigos até terminar a historia bem como uma historia que prometia explorar um grupo cujo objectivo era libertar os bichos que dão o titulo à saga.

A historia acabou por descer no típico cliché de dominação do mundo usando Pokémons e os novos Pokémons eram substancialmente mais desequilibrados do que aqueles das gerações anteriores porém tudo isso são pequenos detalhes num jogo que sequela após sequela continua a ser o mesmo vicio que sempre foi. Para além disso a banda sonora do jogo estava fantástica, o mundo do jogo é vasto e relativamente interessante e com os desequilíbrios anteriormente mencionados conseguir uma equipa forte coloca mais à prova as capacidades dos jogadores.

No fim e vistas bem as coisas Pokémon Black/White pode não ser perfeito mas é mais uma dose de uma saga que nos acompanha desde 1996 com jogos sempre altamente viciantes. Pode ser um RPG Japonês completamente tradicional em todos os sentidos mas uma boa execução torna quase qualquer jogo indispensável e os Pokémons entram há muitos anos nessa categoria.

The Binding of Isaac

The Binding of Isaac

  • Plataforma PC
  • Editora Edmund McMillen
  • Estúdio Edmund McMillen and Florian Himsl

Página do Steam

2º – The Binding of Isaac

E para o segundo lugar volto a escolher um jogo da cena Indie: The Binding of Isaac é o segundo jogo de metade da dupla que criou o Super Meat Boy (que levou o 4º lugar do ano passado) e considerando que já me arrancou várias horas em que devia antes estar a estudar este 2º lugar é mais do que merecido.

The Binding of Isaac é um jogo violento. É violento porque ainda não o consegui acabar uma vez e é violento por toda a imagem do jogo. Com o personagem titular a ser uma criança que vai ficando deformada à medida que foge da mãe que o quer matar para apaziguar o seu Deus através de uma cave cada vez mais escura e suja The Binding Of Isaac é um jogo perturbador.

As mecânicas são simples e enquadram-se perfeitamente num género chamado Twin Stick Shooter em que nos são dados dois “sticks” e onde um controla o movimento com o outro a controlar os disparos. É com este simples sistema que vamos mergulhando pelas diversas caves apanhando powerups que vão deformando cada vez mais a nossa pobre e assustada personagem principal. Pelo caminho vai ser preciso derrotar os mais diversos inimigos até chegar ao grande boss final: a mãe.

O jogo sai das mentes de malta do Newgrounds pelo que este género de história já seria de esperar mas é sempre desconfortante ver o nosso personagem principal soltar a sua bexiga ao entrar em algumas salas dos níveis mais baixos da masmorra gerada aleatoriamente a cada jogo.

Porém e mesmo com isto tudo o gameplay é altamente viciante o que aliado a um sem numero de items para apanhar e a um tempo médio por jogo de 15 a 30 minutos tornam o jogo perfeito para pequenas jogatanas ocasionais e para o 2º lugar do meu top do ano.

pub:

2 Comentários

  1. hugocardoso

    27 de Dezembro de 2011 ás 23:37

    a utilizar Google Chrome 16.0.912.63 em Mac OS X 10.6.8

    Boas escolhas sem dúvida, num ano marcado por lançamentos épicos! Gosto do facto de teres focado a atenção em títulos disponíveis para várias plataformas distintas.

    As escolhas são sempre subjectivas mas o Portal 2 é um marco na história dos videojogos!  😛