Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Anime Report – Inverno 2011

Abr 11 18

Escrito por Luis Nabais @ 18/04/11 2:04 | 5 Comentários »

Dream Eater Merry

Dream Eater Merry


Dream Eater Merry

Fujiwara Yumeji é um aluno de secundária com a habilidade incomum de ver os sonhos de outras pessoas. Um dia ele conhece Merry que se perdeu no mundo real vinda do mundo dos sonhos. Este encontro levanta varias questões a Yumeji: “Quem é Merry?”, “O que é o mundo dos sonhos e o que são os pesadelos?”, “Qual é o propósito que os pesadelos têm para entrar no mundo real?”.

No limiar entre o mundo real e o dos sonhos, a batalha dos dois contra os pesadelos começa!

Demorei um bocadinho a perceber como começar isto porque, tal como da segunda serie de Toaru Majutsu, gosto deste Dream Eater Merry mas ao mesmo tempo sinto que há qualquer coisa que me faz não conseguir desfrutar do anime a 100%.

A historia de Yumekui Merry segue um Demónio dos Sonhos (ou pesadelo) chamada Merry que se vê presa no mundo real e um rapaz com quem ela se cruza chamado Yumeji que tem a estranha capacidade de ver (ainda que indirectamente) quais os sonhos das pessoas. A premissa desta adaptação à TV da manga do mesmo nome é interessante mas é precisamente por ai que começam os problemas dado que o estúdio J.C. Staff, possivelmente devido ao reduzido numero de 13 episódios disponíveis, decidiu optar por um final original com personagens criadas especialmente para o efeito e que causaram um choque bastante notório, mesmo para quem como eu não leu a manga, entre a boa qualidade da historia proveniente do original e esta adição exclusiva da versão televisiva.

Mas há mais: o anime usa uma paleta de cores bastante incomum recorrendo muito a tons baços por exemplo e a ângulos de “câmara” pouco utilizados e que dão um estilo muito notório à série. A banda sonora da série tem também bastante qualidade e o seu uso não está particularmente mau apesar de certos pontos que mancham notavelmente a pintura. No lado da arte não há grande queixas a assinalar com os personagens a possuírem um estilo muito próprio, visivelmente atraente e sem grandes variações lado a lado com a animação suficientemente fluida durante a grande maioria da série.

Yumekui Merry no fim desapontou-me não por falhar nos seus mais diversos campos individuais, bem pelo contrario. Desapontou-me sim por não conseguir montar um conjunto que se possa chamar de muito bom roçando-o apenas constantemente sem nunca conseguir realmente atingir esse patamar. Podemos porém dizer que o anime cumpriu a sua missão já que me deixou relativamente intrigado quanto ao trabalho em que se baseia pela qualidade que a historia demonstrou na primeira metade da emissão.

Veredicto: Com uma sequela talvez se venha a tornar uma série interessante mas assim não passa de apenas algo que serviu bem para matar o tempo mas que muito provavelmente não ponderarei revisitar ou até recomendar.

  • Imagem: 8/10
  • Som: 8/10
  • História: 7/10
  • Personagens: 7/10
  • Nota Final: 6/10
pub:

5 Comentários

    • Luis Nabais

      19 de Abril de 2011 ás 02:21

      a utilizar Mozilla Firefox 4.0 em Windows 7

      Sou uma pessoa exigente mas esta temporada não só foi relativamente fraca no geral como ainda por cima tem um claro vencedor que eclipsa tudo o resto e que devido ao terramoto ainda não viu a sua conclusão emitida.

      O padrão estava muito alto e por comparação tudo parece pior do que realmente é. 😳