Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Anime Report – Inverno 2011

Abr 11 18

Escrito por Luis Nabais @ 18/04/11 2:04 | 5 Comentários »

Star Driver

Star Driver


Star Driver

No sul do japão situa-se a verdejante ilha de Minamijuuji. Numa noite um jovem de nome Tsunashi Takuto dá à costa numa das praias dessa ilha. Este jovem, que nadara até à ilha do continente, matricula-se na escola secundária da Academia de Minamijuuji. Possuindo uma atitude positiva e com os olhos postos no futuro ele rapidamente desenvolve relacionamentos com Agemaki Wako, Shindou Sugata e varias outras pessoas que conhece na Academia.

No entanto a Academida de Minamijuuji esconde um grande segredo. Debaixo dela 20 construções humanoides jazem adormecidas.

É nesta terra situada debaixo do céu e mares azuis que uma historia de amor, sonhos e amizade começa.

E chegamos à série mais “fabulosa“, à série mais “alegre” da temporada: Star Driver: Kagayaki no Takuto (Takuto da Radiância). Uma série sobre um grupo misterioso que quer libertar e utilizar uns igualmente misteriosos mechas escondidos em grutas por baixo de uma ilha no sul do Japão.

Star Driver é um anime estranho: as personagens e os mechas são desenhados para apelar visualmente ao publico japonês (consequentemente têm um ar muito efeminado) e a historia parece não ir a lado nenhum com as personagens principais a servirem praticamente como pontos finais em vez de parágrafos durante a grande maioria dos episódios. Durante muito tempo não consegui perceber bem como descrever esta série até que alguém num dos fóruns que frequento acertou na muche: Star Driver não é mais do que Sailor Moon com mechas!

A série não é propriamente má mas também não se pode dizer que seja boa pelos padrões actuais no que toca a enredos. Os episódios são repetitivos seguindo quase sempre a mesma formula em que um dos vilões da série é apresentado, descobre-se os seus problemas e no fim este resolve-os durante ou após um combate em mechas com o personagem principal (personagem esse que permanece perfeitamente bidimensional durante praticamente metade dos 25 episódios). O esquema torna-se tão repetitivo que a certo ponto as batalhas mais parecem existir apenas para cumprir calendário dado que não existe uma única morte em toda a série e como consequência nunca existe um real sentimento de perigo em torno das batalhas.

Mas nem tudo é medíocre em Star Driver com os já mencionados designs de personagens que certamente apelarão a muitos (quiçá ao publico feminino em particular), uma banda sonora com alguns pontos dignos de menção (nomeadamente as musicas das 4 guardiãs da ilha que acompanham as batalhas) e a qualidade de animação a que a Bones já nos habituou. Porém começando pelas autênticas coreografias das transformações até aos fatos dos vilões dignos dos mais fervilhantes adeptos do sadomasoquismo há qualquer coisa de estranhamente incomodo que me impediu de gostar deste anime. Nem mesmo o ultimo episódio com a sua fantástica animação a fazer lembrar o que de melhor se viu em Gurren-Laggan consegue justificar o porquê de eu ter conseguido sequer aguentar até ao fim.

Veredicto: se compreendem o que quis dizer por Star Driver ser um anime fabuloso ou se viram animes como Code Geass pelo aspecto dos personagens é certamente uma obra a não perder. Para todos os outros é uma obra a evitar.

  • Imagem: 8/10
  • Som: 7/10
  • História: 5/10
  • Personagens: 5/10
  • Nota Final: 6/10
pub:

5 Comentários

    • Luis Nabais

      19 de Abril de 2011 ás 02:21

      a utilizar Mozilla Firefox 4.0 em Windows 7

      Sou uma pessoa exigente mas esta temporada não só foi relativamente fraca no geral como ainda por cima tem um claro vencedor que eclipsa tudo o resto e que devido ao terramoto ainda não viu a sua conclusão emitida.

      O padrão estava muito alto e por comparação tudo parece pior do que realmente é. 😳