Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Vamos lá ser controversos

Mar 11 13

Escrito por Luis Nabais @ 13/03/11 14:03 | 2 Comentários »

Ok vamos lá ser controversos então e fazer umas declarações que me vão cortar as visitas em metade (ou duplicar o hate mail, quem sabe):

  1. Eu sou a favor do nuclear e não é este problema no Japão que me vai mudar a opinião. O conhecimento torna-nos mais fortes, só se tem medo do que não se conhece.
  2. Achei uma palhaçada ao passeio pelas cidades do país fora pela total ausência de propostas para solucionar os problemas mas mais ainda porque alguns nem se apercebiam do ridículo dos problemas que diziam ter. Mais ainda sinto-me insultado por aqueles da minha geração que aceitam sem criticas o rotulo de “Deolindos” ou “Geração à Rasca” numa clara demonstração de que não se sabem desenrascar.
pub:

2 Comentários

  1. Luis Miguel Silva

    13 de Março de 2011 ás 22:17

    a utilizar Safari 6533.18.5 em iOS 4.3

    Agreed. :o)

    Um sismo danifica uma central nuclear com 40 anos e pronto, mais uma vez se acha que se comprova que sao inseguras.

    Vamos andar com um Ford modelo T a derrete-lo e vamos para a autoestrada. Quando tivermos um acidente culpamos os carros no geral!

  2. hugocardoso

    13 de Março de 2011 ás 23:11

    a utilizar Safari 533.19.4 em Mac OS X 10.6.6

    Ora aqui está um excelente tema de conversa. O ser humano por natureza tem medo do “desconhecido” e a temática da energia nuclear não foge à regra.

    Quando pensamos em energia nuclear, associamos de imediato as imagens de Hiroshima, Nagasaki e Chernobyl, o que coloca uma barreira à discussão.

    Não sou um conhecedor do funcionamento do reactor nuclear, mas considero que seria claramente uma alternativa aos actuais modelos. 

    No que diz respeito ao nosso País, podemos e devemos aproveitar os recursos naturais, potenciando a energia hídrica e eólica. 

    Penso que será extremamente complicado aprovar a criação de um reactor nuclear para abastecimento de energia. Lembram-se do “filme da co-incineração”?

    Como argumento de peso a favor da energia nuclear, temos o baixo custo e o facto de ser uma forma de energia limpa e amiga da camada do ozono.

    Volto a frisar que não sou um expert e não tenho conhecimento de todos os prós e contras.

    Apenas para terminar, este tópico lembrou-me um tweet que li na minha TL, em que alguém demonstrava a sua preocupação com a energia nuclear em Portugal, fazendo uma comparação com Homer Simpson e SpringField.