Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Realmente congelou

Mar 08 04

Escrito por Luis Nabais @ 04/03/08 19:03 | 1 Comentário »

Se há algum tempo eu fiquei abismado por o Internet Explorer 8 ter passado o teste Acid 3 (numa clara corrida para suportar correctamente os Web Standards) fiquei ainda mais abismado, se bem que desta feita pela negativa, quando soube que o IE8 ia forçar os web developers a pedirem especificamente para usar o novo motor em vez de o utilizar por defeito…

A ideia original da Microsoft era permitir àqueles que estão cientes dos standards pedirem ao browser para utilizar o seu motor mais recente enquanto o motor do IE7 era usado por defeito… Ora isto apenas serviria, a meu ver (e não só), uma situação de ovo e galinha onde apenas aqueles que já estavam cientes dos Standards se preocupassem com estes mantendo todos os outros na selva de código típica na web actual (uma web vocacionada para o Internet Explorer 6).

No entanto a microsoft anunciou hoje no IEBlog que afinal não vai utilizar este opt-in no que toca ao modo standard optando em contrapartida pelo oposto: aqueles que desejarem continuar a utilizar o “incompleto” motor do IE7 poderão fazê-lo adicionando uma linha ao head do seu código html. Uma solução muito melhor a meu ver e que, contrariamente á ideia anterior, aplaudo vivamente.

Agora que o IE6 desapareça permanentemente dos computadores desse mundo fora para ver se podemos reduzir para menos de metade o tempo que nós pobres coitados que trabalhamos nisto do HTML/CSS perdemos só a “adaptar” código para software desactualizado e inerentemente mau…

pub:

1 Comentário

  1. kincas

    05 de Março de 2008 ás 10:21

    a utilizar Mac OS

    Pois….
    Mas a culpa disto tudo também é um pouco “vossa”.
    Ao baixaram a calcinha ao IE não podiam esperar outra coisa.
    Se em vez de andarem feitos doidos a “corrigir” o que estava bem só para aparecer bem no IE estivessem quietos provavelmente os users teriam já optado por outro browser que respeitasse os standart 3W.
    Assim o IE ganhou raízes.
    Mas já teve mais vitalidade. E julgo que agora também já vão (MS) tarde, pois o Firefox está em franco crescimento. Até o Safari em win está a crescer.