Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Arch Linux – Linux para os Bravos!

Mai 07 13

Escrito por Luis Nabais @ 13/05/07 0:05 | 4 Comentários »

Arch Linux LogoEsta semana decidi seguir o conselho do Rui Moura e dar uma voltinha pela distro Arch Linux e devo dizer que ele tem razão nas suas afirmações: é definitivamente uma distribuição “para homens” estupidamente rápida e como tal decidi fazer aqui uma das minhas pequenas “reviews”.

Vamos então a uma analise aos pontos fortes e fracos do Arch Linux 8.0 do ponto de vista de um utilizador casual com tendências para se tornar Power User.


1. Instalação
O processo de instalação do Arch Linux é aquilo a que eu poderia chamar um autentico teste á determinação de todos aqueles que têm a ideia de instalar este sistema operativo. O processo pode ser resumido da seguinte forma: vamos instalar o sistema “á mão”!

Não temos aqui instaladores para clicar next umas quantas vezes, não temos aqui imagens e textos a explicar os benefícios da versão que estamos a instalar, não existe aqui um único interface gráfico para nos ajuda: é tudo feito em modo de texto, passando por menus e introduzindo comandos para instalar o sistema praticamente manualmente.

Ao arrancar do cd somos brindados com uma shell no live cd e as instruções sobre os comandos a correr para iniciar o “instalador”, mudar o “keymap” do teclado, etc… Uma vez iniciado esse instalador podemos então seguir os passos indicados no ecrã: particionar o disco, configurar a ligação á internet, escolher os pacotes a instalar, instalar os devidos pacotes, instalar o kernel, instalar o bootloader…

O Guia de Instalação disponivel no site é uma excelente ajuda neste passo apesar de se encontrar um pouco desactualizado no que toca aos ficheiros de configuração, é no entanto um elemento essencial para alguém menos batido nas lides do Linux compreender os diversos passos (e para outros como eu que se julgavam relativamente entendidos na matéria descobrirem a sua ignorância).

No fim da “instalação” reinicia-se o computador e pode-se então arrancar para o nosso novo sistema acabado de instalar apenas para descobrir que absolutamente nada para alem do essencial foi instalado (é possível instalar tudo do cd apesar de não ser recomendado no guia oficial). É então a altura de configurar tudo desde o ambiente grafico aos sistema de gestão de hardware passando por passos como o som e os utilizadores do computador.

Resta apenas mencionar que no entanto este sistema é mais fácil de instalar do que uma qualquer versão do Gentoo já que ai instalam-se virtualmente todos os pacotes compilando cada um deles, no arch por defeito instalam-se versões pré-compiladas e optimizadas para i686 (Pentium Pro e superior) deixando como opção o compilar dos diversos pacotes.

pub:

4 Comentários

  1. Rui Moura

    Boa review. É de facto um pouco “chocante” para quem não está habituado a instalações à homem (leia-se sem instalador gráfico), mas depois de devidamente afinado fica muito mais rápido e estável do que qualquer outra distro “newbie” que por aí anda 🙂

  2. joao

    Sim sr.
    Mas nao concordo com a maior parte das asneiras ditas aqui.
    -Instalacao em varios pcs e mt facil basta instalar e configurar 1 maquina e criar 1 imagem que sera compiada para os restantes pcs.

    – Updates se achas que esta numa versao estavel nao facas updates, caso seja preciso fazer update podes usar repositorios no servidor local com os updates mais criticos.

    – A instalacao e mais facil que gentoo?? tambem nao concordo o novo GUI de instalacao do gentoo e muito facil de perceber como funciona.

    Sinceramente nao sou amante do Arch mas nao poderia deixar de comentar tanta barbaridade.

  3. Dextro

    -Instalacao em varios pcs e mt facil basta instalar e configurar 1 maquina e criar 1 imagem que sera compiada para os restantes pcs.

    Concordo mas isso é igual com todas as distribuições de Linux e não apenas com o Arch Linux.

    – Updates se achas que esta numa versao estavel nao facas updates, caso seja preciso fazer update podes usar repositorios no servidor local com os updates mais criticos.

    Isso funciona tanto para arch, como para fedora, como para ubuntu, como para quase todas as distribuições que por aí andam e continuo a não achar o arch uma distribuição apropriada para um ambiente profissional.

    – A instalacao e mais facil que gentoo?? tambem nao concordo o novo GUI de instalacao do gentoo e muito facil de perceber como funciona.

    Eu ainda não utilizei a ultima versão de gentoo, é verdade, mas talvez me tenha enganado ao utilizar a palavra fácil quando devia ter utilizado a palavra rápido, peco por isso é verdade.

    Agora deixo só a nota que não entendo porque é que as pessoas têm de insultar automaticamente só porque aparece alguém que até gosta e usa a distribuição e simplesmente tem algumas opiniões diferentes.

    PS: Sim, eu reservo-me o direito de apagar os comentários que considero insultuosos

  4. joao

    Eu quando falei em imagens e udpades nao me estava a referir so ao arch mas sim a qualquer distro linux.
    O que so prova que qualquer distro se enquandra numa empresa sem dificuldades, incluindo o arch