Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Raparigas

Out 06 23

Escrito por Luis Nabais @ 23/10/06 1:10 | 3 Comentários »

Este é o primeiro numa série de alguns posts que prometem ser ligeiramente polémicos por isso deixo desde já o apelo: Please have mercy!

Depois de ler no blog da Isa uma entrada a dizer “Porque TODAS as mulheres SÃO BONITAS” e de me deixar alongar nos comentários decidi escrever aqui a minha opinião… ou melhor: tentar explicar qual o meu conceito de beleza no que toca ao sexo oposto… ou o sexo forte como preferirem chama-lo porque convenhamos: as mulheres são efectivamente o sexo forte e todo o homem que se diz mais forte que elas está apenas numa terrível fase de negação.

E agora perguntam vocês: “Oblá dextro, o que é para ti realmente uma mulher bonita?” e é agora que eu digo que não o sei explicar e vocês dizem todos: “Com mil milhões de macacos! Então porque estás para aqui a escrever isto???” (Ok se calhar não dizem todos e diria só o Capitão Haddock).

Citando o que comentei no blog da Isa:

“Do meu ponto de vista de homem já fui chamado de “estranho” por causa dos meus “gostos”… Não é que tenha namorado com raparigas muito feias, nunca ninguém me disse isso… Mas também sei perfeitamente que muitas das raparigas por quem me senti atraído não correspondiam ao ideal de beleza que a sociedade ocidental nos tenta passar… Dou mais importância a uma cara bonita e uns belos olhos e lábios do que outros promenores situados mais abaixo por exemplo.”

É verdade, até há uma certa pessoa que passa a vida a dizer que eu tenho mau gosto. “Acusação” a que prontamente respondo concordando porque é verdade… Sou de tal forma do contra que muitas vezes até vou contra aos ideais de beleza da sociedade e vejo uma face bonita numa rapariga que todos chamam gorda, vejo uns olhos bonitos por trás de uns óculos, vejo umas mãos suaves onde todos olham para os peitos…

Para mim sempre foi mais importante uma cara bonita do que um bom corpo, uns lábios suaves do que um “vendaval” na cama, um abraço carinhoso do que um vestido provocante e orgulho-me muito de ser assim! Orgulho-me de não andar atrás daquele rabo de saias só porque tinha um “bom” rabo debaixo das saias, orgulho-me de achar aquela rapariga tímida com óculos que se senta lá no canto da sala bonita, orgulho-me de me apaixonar por aquela rapariga com quem gosto de falar mais vezes do que com aquela que tem um corpo de top model e uma atitude de autentica “vaca”!

Não interessa se é gorda, não interessa se tem óculos, não interessa se é “lisa”, interessa sim que seja uma pessoa interessante e que nos toque no coração porque acima de tudo apaixonamo-nos pelas pessoas e não pelo seu aspecto e quem pensa o oposto certamente procura “amor” fácil em sítios que nunca o vai encontrar.

And once again I’m stat(ing) my mind…

pub:

3 Comentários

  1. Karrlla

    Olà:
    Fazes muito bem, pois as possiblidades de encontrares felicidade e paz são maiores do que as dos comuns mortais; Hoje a sociedade vende que ‘o amor não dura para sempre’ – mas quem lá no fundo não quer ser como aqueles casais de velhinhos bem alegres e companheiros que vemos nos bancos do jardim?! E aí, só a beleza interior é vale a pena.
    No entanto, os estereotipos de beleza não são tão negativos, ensinam sempre alguma coisa, todos podemos querer melhorar sem exageros – pois se o pôr do sol é belo – porque não os homens e as mulheres!