Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

XGL/Compiz

Jul 06 08

Escrito por Luis Nabais @ 08/07/06 21:07 | 4 Comentários »

Finalmente depois de um longo percurso e de muitas tentativas furadas consegui colocar o meu Ubuntu Dapper Drake 6.06 a funcionar com o novissimo XGL e devo dizer que é…

…uma grande porcaria! Pelo menos nas configurações que vêm por defeito que deixam as janelas a abanarem mais que folhas de arvore num dia ventoso. Porém depois de bem configurado é uma adição bem vinda ao meu ambiente de trabalho porque, á semelhança do que já tinha visto no Windows Vista, torna o mesmo mais fluido e adiciona algumas funcionalidades que ajudam bastante na produtividade (quase todas copiadas do Mac).

Com o XGL temos o cubo giratorio que torna as mudanças entre os 4 (ou mais) desktops muito mais simples e uma copia do Exposé que nos permite ver todas as janelas lado a lado e escolher a que desejamos. Já para não falar no preview das janelas quando se faz alt+tab á-lá-vista. Temos também o “snap to edges” que está bastante divertido (mas funcional) e a fluidez ganha pelo uso do GPU (bem como as transparencias á-lá-vista novamente).

No geral é mais eye-candy do que outra coisa mas eu pessoalmente acho uma adição bem vinda ao aborrecimento que se tornam muitos dos desktops linux. E para vos entreter aqui fica uma imagenzinha do meu cubo:

XGL
(Carrega na imagem para aumentar)


Para os curiosos deixem-me enunciar o que tive de fazer para conseguir colocar o XGL a funcionar:

Demorei meses até perceber como é que a aceleração 3D parecia inexistente apesar de absolutamente tudo pareçer normal mas há dias resolvi procurar novamente e descobri algo que me teria sido muito dificil de encontrar há meses: o chipset da minha motherboard (VIA PT800 numa ASUS P4V800D-X) não era suportado pelo modulo agpgart da kernel que vinha com o ubuntu e apenas a versão 2.6.17 disponha de compatibilidade. A slot AGP funcionava como simples PCI sem o suporte deste modulo o que impedia a aceleração 3D.

Depois de tentar compilar a Kernel 2.6.17 deparei-me com outro problema: O modulo fglrx (das drivers oficiais da ATI) não compilava e portanto eu permanecia sem aceleração 3D para a minha pobre Radeon 9600Pro. Tentei de tudo mas o erro persistia pelo que decidi retroceder e voltar a tentar a 2.6.16 com os patches de performance (que me reduziram o boot time em 20s depois de todas as optimizações que fiz). Procurei na internet e descobri que eram apenas 3 numeros que eu tinha de alterar no codigo fonte pelo que fiz eu mesmo a alteração e lá meti tudo a compilar…

Mas os drivers por defeito do Ubuntu não queriam compilar pelo que tive de ir buscar os oficiais á pagina da ATI, gerar o deb com o codigo para o modulo fglrx e compilar tudo novamente para finalmente dispor de aceleração 3D (testada com o fglrxinfo, glxgears e ut2004demo).

Aceleração pronta foi hora de instalar o XGL para descobrir que continuava a ter o maldito problema da falta de rebordos nas janelas com a adição de uma lentidão enorme em todas as aplicações… Sinal de que o XGL não estava a carregar bem pelo modo convencional. Solução: seguir as instruções para adicionar uma sessão de gnome com XGL separada da sessão normal com Metacity.

E assim chego ao meu cubinho digital onde processo agora o meu trabalho. Resta-me apenas recompilar novamente a Kernel para ter suporte para a minha Webcam que sem querer desactivei e reinstalar novamente o Ubuntu para resolver o problema de ter escolhido o locale EN_us na instalação em vez do PT_pt. Só tenho pena que os GDesklets tenham actualmente uma incompatibilidade com o XGL nas transparencias senão era perfeito…

E já agora se tiverem problemas com Linux neste momento seria uma boa hora para me perguntar porque todo o conhecimento está em alta no meu cerebro.

PS: Btw alguém sabe como faço um filmezinho a mostrar isto? é que não tava com muita paciencia para pesquisar mais hoje depois desta trabalheira dos ultimos dias…

pub:

4 Comentários

  1. Cláudio Franco

    Cuidado com as comparações com o OSX e Vista… Primeiro porque do OSX só me lembro do Exposé e segundo porque em relação ao Vista nada de isto é novidade, já existiam milhentos Programas que faziam estes efeitos ao Windows XP.
    Nada de novo portanto.

  2. Dextro

    Exposé, Drop Shadows… São coisas subtis mas estão lá. Do vista são as transparencias mas ninguem disse que foi o Vista que as inventou…