Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Longa Se Torna A Espera

Jun 06 15

Escrito por Luis Nabais @ 15/06/06 20:06 | Sem Comentários »

E quando eu descobrir o segredo
Da nebelina cinzenta
Qque torna a agua barrenta
E sem perdao me esmaga o peito

E quando se levanta de repente
A névoa que cobre o rio
Que gela tudo de frio
E escurece a corrente

Longa se torna a espera
Na névoa que cobre o rio
Lenta vem a galera
Na noite quieta de frio
E quando…

E quando eu apanhar finalmente
O barco para a outra margem
Outra que finde a viagem
Onde se espere por mim

Terei, terei mais uma vez a forca
Para enfrentar tudo de novo
Como a galinha e o ovo
Num repetir de desgracas

Longa se torna a espera
Na névoa que cobre o rio
Lenta vem a galera
Na noite quieta de frio
E quando…

Xutos & Pontapés – Longa Se Torna A Espera

pub: