Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

4. Ubuntu 6.06 LST (RC) – Linux para humanos

Mai 06 28

Escrito por Luis Nabais @ 28/05/06 15:05 | 6 Comentários »

4.2 Configurações
Ao contrario da grande maioria das distribuições linux (e como já disse acima) quase tudo funciona de raiz numa instalação de Ubuntu e no 6.06 ainda mais hardware funciona. Quando instalarem ubuntu só não vão pensar que estão a usar um Mac porque tem um aspecto completamente distinto (e para muitos ainda feio) porque praticamente tudo funciona out-of-the-box. As excepções a esta regra no entanto continuam a ser de monta e tudo culpa da filosofia que a Canonical (empresa responsavel pelo ubuntu) segue.

Inspirando-se no seu “pai”, o Debian, o nosso Ubuntu não dispõe de qualquer software não-livre na sua instalação nem nos seus repositorios Default o que implica que leitura de MP3, DVDs, Java, Flash, drivers ATI ou Nvidea não existam imediatamente apos uma instalação nem a equipa ofereçe formas simples (ou seja via interface grafico) de os obter. No entanto basta cerca de meia hora e este guia para obter tudo o que se precisa.

4.3 Personalização e funcionalidades
Ok já está o sistema configurado e finalmente chegou a hora de “brincarmos” com ele. Tudo no sistema está dividido em 3 menus no canto superior esquerdo do ecrã. No primeiro temos as Aplicações que incluem software como o Rythmbox (leitor e organizador de MP3), temos um leitor de video, temos o GAIM (Instant Messenger compativel com o MSN, Yahoo, AIM, Jabber, entre outros…), o Firefox, o cliente de email Evolution que também inclui uma componente de calendario e até mesmo a versão completa do OpenOffice.org 2. Tudo isto completamente livre de encargos uma vez que a empresa até cds gratuitos envia para qualquer parte do mundo completamente livre de encargos!

Quando fiz a minha analise ao Windows queixei-me das constantes actualizações e chegado agora ao Linux tenho de ser sincero: é igualmente mau pois existem updates quase diarios apesar de eu raramente encontrar os bugs… No entanto raros são os patches de segurança, regra geral a maioria serve mais para corrigir funcionalidades do que para tapar buracos descobertos no sistema. Poder-se-ia argumentar que Linux é menos usado logo existe menos tentação para o tentar “destruir” mas a verdade é que a grande maioria dos servidores do mundo são de uma das variantes *nix quer sejam elas Linux, BSD, Solaris ou Darwin portanto tal justificação seria apenas Demagogia nas palavras tão “sabias” dos nossos politicos.

Voltando então ás funcionalidades devo dizer que nem o proprio Mac OS X com a sua suite iLife consegue ser tão completo. No que toca ao utilizador comum não falta nada: tem-se uma suite Office completa, têm-se leitores multimedia e software que chega e sobra para fazer tudo o que se quer na internet. Mesmo que não se encontre automaticamente instalado o que se quer usar pode-se facilmente usar o “adicionar aplicações” no menu que certamente tem para download e instalação automatica o software que procuravamos.

O unico problema está na suite office existente que, como eu já tinha mencionado na minha analise ao windows, tem uma performançe inaceitavel sendo lento e ainda mais feio do que o proprio sistema neste caso. Soluções? Existem duas. Uma é para quem tem tempo e a outra para quem não precisa de muito mais que um processador de texto e uma aplicação de folhas de calculo.

A solução mais rapida (e mais simples também) é instalar o Abiword e o Gnumetric, duas excelentes aplicações completamente integradas no Gnome que não só é mais agradavel aos olhos como também têm uma qualidade bastante elevada. Não é preciso andarmos preocupados com a correcção ortografica pois esta vem de raiz no sistema. Sim no sistema, não no processador de texto. Já não há desculpa para se enganarem a escrever numa mensagem que enviem por msn.

Por outro lado a solução mais lenta (e cara) é instalar software gratuito como o Wine ou pago como o Crossover Office que forneçem um Layer de emulação de Windows que permite correr aplicações como o Microsoft Word, o Microsoft Excel ou até mesmo o terrivel Internet Explorer 6…

pub:

6 Comentários

  1. Mario

    Só tem um problema mas como não tenho o Debian não posso confirmar 😛

    Não consigo instalar nem correr o live CD do Ubuntu nem do Gnome, da-me sempre erro a ler da drive mas ele começa a ler até certa parte, depois é que se arma em parvo.

    Já o Fedora instalei que foi uma maravilha.

    Por isso não posso preferir o Ubuntu ao Windows porque nem consigo instala-lo.

  2. Dextro

    Eu continuo a achar isso estranho, devias deixar um bug report no launchpad do ubuntu para eles verem o que se passa 😕 Possivelmente devem ser drivers 😕

  3. Cláudio Franco

    mas o Gnome ainda não me pareçe ter a maturidade suficiente para funcionar em ambientes de acesso restrito

    Tás a brincar certo?

    Eu suponho que te estejas a referir em criar utilizadores com acesso restrito ao Sistema certo?

    E se eu estiver certo… estás a brincar… não é?

  4. Dextro

    Simplesmente não o achei sufecientemente poderoso para o fazer 😕 Posso estar errado mas não achei que tivesse a capacidade e facilidade que eu desejava… 😕

  5. Chavão

    Discordo com os comentários finais, o Ubuntu é um sistema poderosissimo, e não requer espera para teste de outra versão. Ubuntu Linux está pronto para qualquer usuário, claro que um windows-user terá que se interessar para aprender a usa-lo, mas no entanto é um sistema fácil e bonito!

  6. Dextro

    Eu estava a falar do Gnome e não sou o unico que acha que ele ainda não está pronto para um ambiente empresarial, os próprios developers do gnome no wiki sobre as próximas versões falam de mudanças importantes que têm de ser feitas para o gnome funcionar melhor com múltiplos utilizadores em simultâneo (especialmente na mesma “maquina”).

    E este artigo refere-se á versão 6.06 LST RC1, é uma versão bastante antiga já e o proprio gnome evoluiu bastante da 2.14 para a 2.16.