Introduza o termo a pesquisar e clique Enter.

Texto a 2 – Exemplo…

Nov 05 01

Escrito por Luis Nabais @ 01/11/05 20:11 | 11 Comentários »

Dia 1

Pego na caneta e escrevinho estas linhas para dizer o que faço e o que penso. Nunca o fiz antes, estou a faze-lo por desafio de uma amiga por acaso. Ela diz que os diários são só para raparigas, que os rapazes não os fazem e os que fazem devem ser paneleiros. Ela sabe bem que não o sou, já andamos. Para a desafiar estou aqui a escrever isto para ela saber que posso.

Ainda nem acredito que isto veio de um infantil jogo de verdade ou consequência mas era ou isto ou verdade e com uma ex é sempre perigoso arriscar na verdade. Não quero propriamente que ela conte o que fizemos no quarto, até porque tenho sempre medo que não tenha sido grande coisa. Ela dizia que sim na altura mas agora nunca se sabe.

A noite hoje começou no bar onde costumo ir. Há lá sempre umas miúdas giras e a música bate-me sempre bem. Passam coisas do tempo dos meus cotas mas eu não me importo, até curto aquilo. Não conheço nem um terço das miúdas mas o meu amigo Nuno tem a mania que as papa a todas. O gajo é alto cromo, tá sempre a atirar-se a elas como se fosse um Casanova dos tempos modernos… Claro que está sempre a levar altas barras mas ele sai sempre por cima… Mais ou menos, ele pensa que sim no entanto.

O 1º ano da uni foi intenso, este 2º também não promete dar descanso mas um gajo safa-se e ainda arranja um tempo para conhecer umas garinas. O problema é a ex… Tá sempre lá e parece que as conhece a todas. No fim acaba sempre por lixar um gajo ao dizer ás outras o que sabe de mim. Tou feito!

Mas o ponto alto da noite hoje foi quando eu, o Nuno, a minha ex (que por acaso se chama Diana) e mais outra miúda que o Nuno engatou nos metemos no meu Punto e fomos pela estrada fora, no meio da noite, a 100 numa estrada principal. A miúda tava cheia de medo mas o Nuno delirava. A Diana já sabia onde se estava a meter quando entrou no carro connosco, infelizmente já me conhece de ginjeira, por isso tava quietinha. Até porque eles os 2, o Nuno e a Diana, já me conhecem e sabem que eu sei conduzir. Agora acho que aquela miúda nunca mais entra num carro comigo, nunca vi ninguém tão pálido. Tenho mesmo de começar a andar mais devagar.

Depois disto deixei o Nuno e a sua companheira na casa dela e fui ter com uns amigos com a Diana. Aquela miúda ainda me deixa doido mas corta-me sempre pelas bases. Sempre que mando uma dica lá tem ela outra para me contrariar. Sinceramente devia mesmo partir para outra, já vai mais de 2 anos que ela me deixou também… Sou mesmo cromo não sou? Bem… Eu sou assim…

Bem agora tá ali o Nuno a desafiar-me para um jogo de basket, a ver se ele já tem pernas para mim ou ainda continua a refugiar-se no NBA Live HEHE!

Até amanhã diário, algo me diz que ainda vou escrevinhar muito por aqui.

E isto foi um exemplo do que tenho escrito para o “Texto a 2” que referi no post anterior, será que consigo arranjar alguém para me ajudar?

pub:

11 Comentários

  1. Dorinha

    Eeeeeeeeeeeeeeeei!
    Inda tás a receber candidaturas ou cheguei tarde demais?
    Gostava de tentar, gosto de escrever e n o faço há mto tempo… E até tenho experiencia, vários diários escritos a prová-lo! 😛 (Isto é quase uma entrevista de trabalho…)
    Vou ficar à espera q digas qualquer coisa no mail.
    **